Related Posts with Thumbnails O blog do Rodrigo: Lei sobre obras-de-arte em Porto Alegre: Algo necessário?

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Lei sobre obras-de-arte em Porto Alegre: Algo necessário?

Na última quarta-feira (21/04) saiu na ZH uma notícia no mínimo curiosa: "Vereador propõe lei estabelecendo regras na instalação de monumentos na capital gaúcha." Embasado no polêmico artigo de Voltaire Schilling, A capital das monstruosidades, e nas próprias críticas ao monumento Supercuias, o Vereador Bernardino Vendruscolo discute que para a implantação de obras de arte ou até a sua retirada dará-se mediante a permissão dos representantes da sociedade, os próprios vereadores.


Mas o que seria esta monstruosidade? Formas de expressões (mesmo que de uma pessoa exposta para todos) como desenhos, música, dança, monumentos ou até santinhos poluindo os esgotos, são maneiras de colocar uma idéia a aqueles que ainda não o conhecem. "Atrocidade" é retirar, mover ou impedir monumentos que adornam, bela ou exoticamente, nossa capital, tão maltratada por vândalos depredando e/ou pichando nossos ícones.

Confesso que a primeira vista a este monumento me gerou várias dúvidas (até capciosas) sobre a real forma de sua arte. Mas ao contrário do que possa imaginar o digníssimo vereador, eu e aqueles que me acompanhavam enquanto passavamos para referido monumento do Parque Sirotski Sobrinho, paramos e ali discutimos sobre este com uma calorosa cuia em mãos acompanhada de térmica bem carregada e um bom papo.

O que me preocupa é o futuro que Porto Alegre está seguindo. Sou um apaixonado por este pago e "me mordo" quando vejo a nossa cidade se afastando de seus valores turísticos. Me lembro quando minha mãe me falava que "nós" eramos a capital mais arborizada do país, com melhor qualidade de vida e que atraía turistas para cá! Porque diabos essas qualidades estão conjugadas no passado?

E convenhamos, os tais "representantes da sociedade" estão lá 'selecionados' mediante muita combinação política nos bastidores dos partidos (que tem até negociação e planejamento de tempo na televisão ao invés de debates entre os próprios vereadores, como são feitos com candidatos a prefeitos, governadores e presidente). Fora o sistema de votos por partidos elegem o número de candidatos (Interpreta-se: Enéias levou outros dois candidatos pelo seu número de votos, um número relevante para o Prona de São Paulo!), mas este é assunto para outro post.

Por fim, creio que nossa casa Câmara dos Vereadores tem pautas mais importantes a discutirem, como educação, saúde, transporte e segurança pública, para isso que os colocamos aí, ao invés de monopólio de nossos monumentos ou aumento salarial dos próprios vereadores (acreditem: nós realmente não nos preocupamos com isso, senhores Vereadores, e sim com o abuso destes!). Porque os senhores não dão melhor atenção a projetos como o do próprio vereador citado, como o FRENRUA, que é uma frente com interesse ao crescente número de moradores de rua. Uma boa, não?


A reportagem: (Torta, fora de ângulo? Não, apenas artística!)



Links:


5 comentários:

  1. Cara, esse assunto vai dar uma discussão desgraçada. Eu adoro todas as obras modernistas públicas da capital e acho uma idiotice sem tamanho esse projeto. A único ponto positivo é o debate sobre os nossos esquecidos monumentos.

    ResponderExcluir
  2. baaah. tirei o chapeu. post maravilhoso :D
    e isso ainda vai dar muita dor de cabeça, alias, nem sei se tanto. mas esses politicos preferem, se abster a esses "problemas", do que falar realmente do que interessa pro povo. uma grande pena. só sei que sou totalmente contra a retirada de qq monumento da nossa capital, sou sim, afavor de que se cuidem dos que ja existam,e que no futuro possam até ter mais expalhados pela cidade.

    beeijos. :D

    ResponderExcluir
  3. Ta loko esse vereadores,comcordo com você,os mesmo tem que se preocupar com outros assuntos,e valorizar nossa cultura e patrimonio,fazer leis mais severas contra a pichação a patrimonio!!!
    Ta se puxando nos post ,continue assim !!!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Pois é tchê, tanta coisa para se preocupar, quer fazer algo referente a monumentos?? Me cria algo que evite os vandalos de danificarem os mesmos.

    Ve se posso com isso.

    ResponderExcluir
  5. Deveriam acabar com essa firula de "direitos humanos" e dar carta branca aos brigadianos e guardas municipais para arrancar o couro da chinelagem que picha os monumentos e rouba peças para trocar por crack.

    ResponderExcluir