Related Posts with Thumbnails O blog do Rodrigo: Canibais

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Canibais

Prédios, ruas, monumentos, pessoas... As cidades se diferenciam pela população e por tudo que seus habitantes fizeram. Sua história permanece após transformações que o tempo trás. Exemplo disto é a Rua da Praia, que não é mais a rua paralela a praia que ali existia e seu nome sequer é mais este, ao menos não oficialmente.
As lendas também fazem parte da história. O monstro do Lago Ness, o conde Drácula da Transilvânia, em outros pagos, ou a Noiva sem cabeça, do morro da Cruz, são exemplos disso. Elas provocam o imaginário de moradores e visitantes destes lugares. Porto Alegre também as têm!
E não é apenas a noiva que está nas rodas de chimarrão. Um 'causo' que "aconteceu" na capital foi os crimes da Rua do Arvoredo. Meu avô ainda me conta detalhes dessa história:
"Um casal morava na rua do arvoredo. O homem era açougueiro e casara-se com uma alemã. Ela atraia homens á noite e ele o matava para fazer linguiça. O crime só foi descoberto porque uma pessoa assassinada tinha um cachorro que sempre andava com ele, entrou no açougue e não voltou mais e o cachorro ficara ali esperando até que despertou a curiosidade de quem via e assim descobriram!"
Este é o enredo do livro Canibais - Paixão e morte na Rua do Arvoredo, de David Coimbra. Lógico que o livro tem muito mais detalhes com um desfecho diferente, no qual eu não preciso sequer dizer que "recomendo!"

5 comentários:

  1. é um livro loko de bueno!
    uma historia que prende o leitor!Mais uma vez agradeço o emprestimo do livro!!!!

    Ate!

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Adorei o blog, mil referências. Valeu mesmo!
    Poise, estou morando em Recife por uns meses, mas volto para Porto ainda esse ano, não sei bem quando ainda. Essa cidade é linda e o povo é bem bacana. Mas já estou com saudades da minha terrinha do chimarrão. Por sinal, a erva daqui é horrível! hahahaha
    Abs,

    ResponderExcluir
  3. O crime da Rua do Arvoredo!
    Sim!

    Se não é, se não for, mas dever ser sim!

    Esse é o título que foi dado a um curta que passara faz alguns anos na TV no “Histórias Extraordinárias”, série da RBS TV!

    Mas em Porto, tem várias outras histórias (alguém já escreveu sobre isso?), lendas usadas até nas brincadeiras dos velhos tempos de infância: A tradicional Maria Degolada era a presença fundamental nos joguinhos do copo, da caneta e das pronúncias de sei lá quantas vezes seu nome no espelho à 00:00, agora me pergunto! O mais "trash" dessa brincadeira era ter realizado lá no pé do Morro da Conceição mesmo!

    Crianças de sorte.... essas souberam brincar!!! Praticamente era uma brincadeira "micro-regional"

    ResponderExcluir
  4. Nossa, adorei o post. na verdade todos são otimos né, ex-coleguinha?! koakakoa

    david coimbra é otimo, o livro deve ser melhor ainda. vou procurar ler ;)

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Tinha que ter um link dele em pdf (assoviando) no final do post.

    ResponderExcluir