Related Posts with Thumbnails O blog do Rodrigo: O Vendedor de Sonhos - O chamado.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

O Vendedor de Sonhos - O chamado.


Um empresário está no topo de um edifício alto, em uma das avenidas de uma cidade. Ele ameaça a se atirar... Mas um homem, de roupas maltrapilhas, o confronta, não importando com a presença de policiais e psicólogo que tentavam em vão fazer o suicida desistir. O Vendedor de Sonhos o faz refletir sobre o que estava fazendo e o convence não apenas de desistir do suicídio, mas sim de convidá-lo a vender sonhos para outros que também não os tem mais.
Apartir dele, outros também entram nessa jornada com um pouco de mistério sobre a origem deste vendedor de sonhos, até que no fim há grandes revelações...
Este foi um livro que devorei, pois é um livro que nos traz a reflexão dos nossos valores e para nos provocar a observar esta sociedade transformada em um manicômio social. Isso sem falar do autor, Augusto Cury, que tem a propriedade de falar sobre a mente humana com palavras simples!
Eu imerso nesse sonho, me tornei um (pequena filial) vendedor de sonhos, e comprei o meu:
"De viver como eu sou, sem importar com a opinião de terceiros."
Deixo aqui três pequenos trechos que quando li, parei a leitura para escrevê-los:
-Alguém pode rasgar-lhe a pele sem que você permita, mas jamais poderá invadir sua mente se você não permitir!
-Se andarmos pelos caminhos que outros percorreram, chegaremos no máximo aos lugares que
eles atingiram.(Alexandre Graham Bell)
- O passado é o meu algoz, não me permite o retorno, mas o presente levanta generosamente meu semblante descaído e me fez enxergar que não posso mudar o que fui, mas posso construir o que serei.

Nem preciso dizer que esse livro eu recomendo!

P.s: 1) Tem a continuação: O Vendedor de Sonhos e a revolução dos anônimos.

2) Tem uma amiga que leu o livro e também postou, olhem lá!

3 comentários:

  1. Vende-se Sonhos!
    Aluga-se Sonhos!
    Troca-se Sonhos!

    Não! Já imaginou! Encontrar esses anuncios curiosos e gritantes nos classificados da Zero-Hora Dominical? O mundo não seria o mesmo! Fim da fome no mundo agora seria só fartura! Fim das Guerras, ou seja, fim das diversas greves de fome de Ghandi (Harebaba), PAZ nos estádios, FIM DAS DROGAS (CRACK nem pensar!).. Todos os principios básicos para uma conquista justa seria completamente esquecida, afinal, só com o pó de Merlin, o pirlimplimplim também da Emliia a tal boneca de pano, de Monteiro Lobato, seus problemas teriam sido resolvidos! Como seria bom viver neste mundo! SEm CAOS! COm muitos sonhos a venda! Mundo PERFEITO? Claro! Hare! Lógico! ...

    Não!
    Esse não seria um mundo perfeito seria no teu sonho!Tudo que se vende, aluga se troca. Alguém sairia mais favorecido que a outra parte! Esta é arte do Comércio! O mundo teria tantos sonhos a serem realizados que ninguem pararia por aí não! Cada vez mais, as pessoas iriam querer sonhar e sonhar! Sonho humanitarios? Errado! Sonhos egoistas, consumistas, sonho de egos alterados! Ei! Pior que o doidão tem razão!.. "Sonhar é elevar-se a um momento de felicidade inexplicavel!". MAs todo sonho bem sonhado pode se tornar realidade! E todo sonho real tem seus prós e contras, Hitler Sonhava com grandeza e superioridade! Pink e Cerebro, sonham todas as noite em dominar o mundo! E você sonha com o que? Se você não sonha! Procure um vendedor de sonhos por aí devem ter vários vagando pelo mundo afora!

    Boa Noite e Bons sonhos a quem prestigia o BlogdoRodrigo's.. Idéias de um tal guri.. ops! Do guri!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que coincidência. Ontem mesmo eu parei na vitrine de uma livraria e justamente esse livro me chamou a atenção. Agora sim me deu mais vontade de ler!
    Abs,

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir