Related Posts with Thumbnails O blog do Rodrigo: Grenal I - A magia

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Grenal I - A magia

"Porto Alegre é que tem
um jeito legal
É lá que as gurias etc. e tal
Nas manhãs de domingo
esperando o GreNal..."

É assim que começa uma das músicas que mais definem esta bela cidade, "Porto Alegre é demais (é demais mesmo!), de Isabela Fogaça, e já na primeira estrofe demonstra uma das paixões dos porto-alegrenses: o GreNal!
Ao lado de outros simbolos da cidade, como o chimarrão degustado em caminhadas despretenciosas em parques, o Grenal, duelo de futebol regional, é marcante nesta terra. E não importa se tu acompanha futebol ou não, desde pequeno tu aprende a escolher: ou ser gremista ou ser colorado. E assim tu cresce, meio á essa rivalidade "pacífica".
O fato é que este duelo é tão importante na cidade, que uma semana antes do clássico já se tem palpites sobre as escalações, treinos secretos, e tudo que um grande jogo merece. Na manhã do jogo, os parques e ruas da capital estão tomados pelas cores azul e vermelho, e os torcedores relembram grandes grenais da história e arriscam sobre a partida, num espírito harmônico e cumplicidade sem perder a rivalidade. A festa está quase começando...
Me lembro do meu primeiro Grenal, dia 27 de julho de 1998, e a abertura do campeonato Brasileiro era um GreNal! Eu, com 10 anos, e algumas passagens em jogos do Inter no Beira-Rio, ainda não tinha presenciado um clássico que desde pequeno ouvia em conversas dos "adultos". Foi uma festa, fui com meu tio e fomos de coréia (a parte popular onde assistiamos o jogo em pé, quase na altura do campo). Ainda me lembro que foi "5 pila" o ingresso, uma verdadira festa, e no primeiro tempo, quase em minha frente, Christian recebe um cruzamento e bate de primeira: Inter 1 x 0!!! E ele comemora bem próximo de mim e do meu tio, separados pelo fosso que envolta ao campo.
Nunca mais esqueci aquele dia, e apartir daquele momento, o Inter deixou de ter um torcedor-mirim, para ter um fiel torcedor.

2 comentários:

  1. ...desde pequeno tu aprende a escolher: ou ser gremista ou ser colorado.

    Queria comentar essa parte:
    Que realmente quando se nasce se aprende a torcer para um ou outro, não interessa se tu mora em Porto Alegre (cidade dos dois times) Uruguaiana, Erechim, Passo Fundo, Santa Maria, Três Arroio, Anta Gorda ou qualquer outra cidade do estado, você é ou Gremista ou colorado, e não existe o papo, Eu sou neutro, torço para quem ganha. Por mais que se queira ser neutro, no fundo, ou se é Grêmista ou Colorado!!

    ResponderExcluir
  2. É um fato que se sustenta, pois morei 5 anos no interior, e mesmo escolhendo clubes da região, eles sempre são ou gremistas ou colorados. É verdade que quando um dos grandes da capital joga com o time regional, eles torcem para o clube da cidade (me lembro quando o Inter foi jogar na cidade que eu morava, e eu era um dos poucos colorados do estádio, e entrei, por engano, na torcida adversária... o colorado toma um gol feio de cabeça e ... "-P#!* ... 'Esse cara joga muito!", fazer o que, mais vale três pontos perdidos do que encontrar 30 pontos no meu corpo- hehe) , mas no outro dia estão falando novamente de Grêmio e Inter.

    ResponderExcluir